Pages

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Six Flags

       Mais um capítulo das aventuras da Mary, Six Flags (ou seria "Sex Flags" não é Sr. Plínio?)... Esse é o nome de um parque de diversões (de longe o MELHOR da minha vida!) que fica no estado de New Jersey.
       Pra chegar lá você pode ir de carro (1h30min mais ou menos daqui de casa) ou pegar um ônibus em NYC (que demora o mesmo tempo de viagem)... Nós resolvemos ir de ônibus e conseguimos uma promoção muito boa, pagamos 62 dólares pela passagem de ida e volta mais a entrada do parque!



       Primeira parada? Uma casa mal assombrada que dá susto na gente o tempo todo e que me deixou mais nervosa que todos os outros brinquedos do dia... Não curti!


       Mas em seguida... A montanha russa do Superman. Já vou avisando que foi só isso que a gente fez o dia inteiro... Se aventurar em montanhas russas, as mais insanas que eu já fui na vida!
       Já começamos com a que, pra mim, foi a melhor de todas! Nessa você não ia sentado, você ia de QUATRO! Sim, isso mesmo que você acabou de ler. Não, eu não estou ficando louca e tenho fotos pra comprovar o que estou dizendo...


       VIU? Sim, eu tive coragem de ir e com certeza irei de novo! É coisa de maluco? Pode até ser, mas que eu me diverti horrores isso eu não posso negar... Você enfrenta uma fila de mais de 1 hora (tá que você não sente a espera porque fica o tempo todo fofocando), vai acompanhando os alucinados que vão antes de você e a cada grito que você houve, se pergunta, "eu vou mesmo nisso"?
       Chega sua vez... Você senta, eles fecham as traves de proteção o candango grita: READY? (prontos?) E você, mesmo sabendo o que vai acontecer, toma um susto do caramba quando sente que a cadeira está deitando pra frente... Aí você pensa: "legal, vou ver a plataforma né!?"... Que plataforma? Já sumiram com o treco e você tá vendo a grama lá em baixo!!! O.o
       Aí, aquele candango de antes grita: "3... 2... 1..." e enquanto ele tá nessa contagem que você é mortal, você pensa que a subida lenta é o pior do brinquedo né? Aquela ansiedade e tudo... O que que é lento minha gente? Aquele troço já sobe a toda velocidade!!! E quando você se dá conta e para pra raciocinar alguma coisa, já terminou e você já está saindo do brinquedo toda zonza, mas com a melhor sensação de todos os tempos...
       Próxima parada? As do Batman! A do Dark Night é no escuro e a do Batman é suspensa... Super legal as duas... Mas infelizmente não podemos ficar tirando fotos nos brinquedos porque é proibido pra nossa própria segurança. Além do que as nossas mochilas passaram o dia trancadas nos armários do parque.


       Depois fomos numa que era pra ser a mais bestinha de todas, só pra acalmar o coração da gente depois de tanta adrenalina sabe... Mas a nossa "querida" Dudi não permitiu! Por que? Eu conto... 
       Essa também era no escuro. Estávamos todas dentro dos carrinhos já e eu pergunto: "Dudi, essa é a mais tranquila né?" Ela me responde que sim, que é boba que nem de criança. Tudo bem, eu tenho a brilhante ideia de começar a cantar... Quando DE REPENTE tem uma P*%@ queda no caminho e quem disse que eu lembrava como se respira? Eu não tava preparada para aquilo gente! 
       Eu só sei que a primeira coisa que eu consegui fazer depois de retomar o meu prumo foi xingar a Dudi com todas as minhas forças! Saímos todas do brinquedo rindo que nem malucas e todo mundo olhando pra gente! Sem dúvidas essa foi impagável...
       Depois fomos na Nitro, a qual eu amarelei, sim confesso, e desisti no último segundo! Não me arrependo mesmo todas elas tendo enchido a minha paciência dizendo que eu perdi a melhor... Ah gente, eu me apaixonei perdidamente pela do SuperMan, não adianta!
       
       Pensam que acabou? Nada... Depois de um pequeno passeio no Parachute, uma espécie de kabum mas bem mais light nós fomos na do Lanterna Verde...
       Se vocês estranharam a do Superman, se preparem, essa é EM PÉ! Isso mesmo, não vou repetir não, só confere a foto:


       SENSACIONAL, só isso que eu tenho a dizer! Uma friaca do cão e mesmo assim eu amei aquela sensação... Preciso dizer que nessa eu também quero ir de novo???
       Pra fechar, a Bizarro, sim essa tem que ir a noite, já fica a dica pra vocês! Ela é toda trabalhada com shows pirotécnicos, fogo, água e mais um monte de frescuragem. Como disse o Plinio, fato que o design é de um gay, só faltou a fumaça sabor vanilla! (esse povo me diverte...)


       Bom, deixa eu tirar o meu da reta nesse momento. As fotos dos brinquedos não foram tiradas por mim, eu as peguei emprestado do meu coleguinha de trabalho, o Google! As mas essas do parque são de nossa autoria mesmo...




       E não ficamos só em fotos, fizemos vários vídeos também que a Ligia reuniu e postou no nosso outro colega, Youtube, lá você vai encontrar também o registro do mico do ano! Que mico? Só uma dica: "Foge, foge, Mulher Maravilha... Foge, foge, com o Superman!" Pra ver e rir, é só clicar aqui!
       
       Um super beijo pra todos vocês que ainda não desistiram de acompanhar a vida dessa maluca e todas as suas desventuras em série! 

Brazilian Day

       Quando eu disse, no ano passado, que um dia eu ainda estaria em New York para participar de um Brazilian Day, muitos não acreditaram... Pra quem um dia duvidou:


       Cheguei no Aeroporto Laguardia em NYC ao meio-dia naquele domingo (04 de setemnbro), estava voltando de Miami, e fui direto pra casa da Lais pra trocar o meu "uniforme" e partir pra bagunça...
       Tudo bem que os shows em si não me agradaram muito no começo, Exaltassamba e Luan Santana, mas venho aqui, perante todos vocês, confessar que eu me diverti MUITO! Sambei, cantei, pulei e descobri que dentro de mim existe uma pagodeira (não creio no que estou escrevendo) mas é verdade... Principalmente quando tocavam músicas antigas...

       Agora preciso confessar que o sangue da pessoa ferveu mesmo foi quando tocaram FUNK! Aí ninguém mais segurava a loira aqui... Porém, pra mim o momento que mais me emocionou foi quando cantaram parte do hino e logo em seguida... 

       "Eu sou BRASILEIRO com muito ORGULHO, com muito AMOR!"

       Eu acho LINDO quando o povo canta isso, mas confesso que acho uma tremenda hipocrisia... Brasileiro só bate no peito pra falar que é BRASILEIRO quando se trata de alguma vitória em algum esporte, principalmente se for o futebol. To mentindo? 
           Bom, mas esse post não é pra falar desse assunto, até porque se eu começar isso vai render... 
       Estar ali, naquele dia, significou muito pra mim... Eu comemorei uma vitória! Sim, uma conquista MINHA. Comemorei a minha força de vontade, a minha determinação e principalmente a minha fé, por sempre ter acreditado em mim mesma...

     
       Ver as ruas todas enfeitadas com as NOSSAS cores, ver toda aquela gente fazendo da 6ª avenida uma feira (literelmente), sentir aquele cheiro de churrasquinho impregnando o meu cabelo... Tudo isso fez com que eu me sentisse em casa! Com aquele pagode no fundo e a animação de todo mundo, eu poderia fechar os olhos e me sentir de volta ao meu cantinho...

       
       E quem me conhece sabe que eu não ia ficar só no shows do evento né? Tratamos de arrumar uma festa pra depois, claro. E se eu conto pra vocês ONDE foi a festa e que tipo de música eu dancei a noite TODA vocês não vão acreditar...

A festa foi no telhado de um hotel!!!
Dá pra ver a Times Square ali no fundo...

video
Claro que tinha que ser funk né!? 

       E foi assim que eu concluí a minha semana de férias! Chato não? Cheguei em casa super cansada, com o joelho ralado (lembram que eu caí em Miami?), o pé todo machucado, com o sono atrasado (quem dorme em férias?)... Mas cheguei feliz, realizada e já pensando nas próximas aventuras!

Um BEIJO à todos brasileiros!!!       

Férias: Parte 4 - Key West

       Tá, vocês estão pensando "Credo, mais um post sobre as férias dessa menina gente..." mas eu já vou logo informando o motivo... Tenho culpa se soubemos escolher nosso roteiro e aproveitamos muito bem os 10 dias que tiramos de férias? Acho que não! E também não briguem comigo por eu ser tão detalhista, mas se eu fosse falar de tudo no mesmo post não ia dar muito certo.
       Enfim, vamos ao que interessa e terminar logo com essa etapa de viagens né!? Assim que retornamos (a Miami) do nosso cruzeiro nós fomos direto alugar um carro e meter o pé na estrada... Nosso destino? Key West, a última das "Florida Keys" (conjunto de ilhas ao sul da Flórida). 
       Um PS básico antes de tudo: para alugar um carro você precisa de um cartão de crédito (não vale de débito) e sua Permissão Internacional de Direção. Se quem for alugar/dirigir tiver mais de 25 anos vai pagar bem mais barato... #ficadica
       A viagem tem duração de mais ou menos 3 horas, mas com uma boa companhia e uma vista DAQUELAS a gente nem repara no tempo. Sem contar que a estrada é super tranquila, uma reta que não tem fim!


       
       Diferente de quando eu viajava com meu pai, desta vez nós fomos aproveitando todo o passeio. Parando quando dava vontade, rindo e brincando o tempo todo... Pois é, com a gente não tem tempo ruim, mesmo quando São Pedro resolve que é hora de jogar aquela água na gente! E nem assim a gente desanima, não é mesmo meninas?

Confesso que senti medo nessa hora!

       Você descobre que ir pra lá vale a pena antes mesmo de chegar! Ficamos simplesmente encantadas com a beleza daquele lugar... Você vai dirigindo e atravessando todas aquelas ilhas com aqueles visuais deslumbrantes e nem sequer lembra que uma hora terá que voltar à essa rotina nada fácil de au pair... E depois que chega descobre que não quer mais ir embora!

       
       Não tivemos balada ou algo super empolgante naquela noite, mas assistir o pôr-do-sol, dividir uma pizza com essas meninas e jogar conversa fora simplesmente me pareceu melhor que qualquer festa que a gente pudesse encontrar! E nossos papos até a madrugada nos inspiraram... Deem uma olhada na nossa versão daquele comercial dos "pôneis malditos"!

video

       No dia seguinte, voltamos para Miami, passeando pelas praias, com a sensação de dever cumprido! Uma semana de muitas histórias, confissões e trapalhadas (claro!) que ficarão pra sempre registradas nas fotos e nas nossas lembranças...




       Meninas, foi um prazer MASTER dividir essa aventura com todas vocês! Poder fazer parte dessa história que nos marcará pra sempre... Espero um dia fazer outra viagem dessa com a companhia de meninas tão simpáticas e malucas quanto eu! Obrigada por TUDO.

Jaqueline, Andressa, Eu e Gabriela

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Férias: Parte 3 - Bahamas


       Nossa, sinto orgulho de mim mesma por estar postando aqui tão assiduamente! Mas vamos ao que interessa... BAHAMAS! É meus amores, nosso destino no cruzeiro não era apenas se aventurar no mar, o intuito também foi conhecer as águas caribenhas... (e que águas, diga-se de passagem!)


       Bom, durante a semana do cruzeiro visitamos 3 ilhas diferentes! A primeira foi Grand Bahamas Island. Assim que atracamos no porto de Freeport Harbor pegamos uma van para nos levar até a praia... 
       No caminho pudemos notar que o trânsito pelas bandas de lá é meio maluco. O volante dos carros é do mesmo lado que no Brasil ou aqui nos EUA, porém eles dirigem do OUTRO lado da rua, como na Inglaterra!

Se eu não tirasse uma foto ninguém iria acreditar em mim...

       A praia é linda, mas não estava um dia muito bonito e a ressaca da Dona Irene deixou a água um pouco cheia de algas e folhas... Mas mesmo assim pudemos aproveitar o dia!


       Coisa estranha tem em todo lugar certo? Mas essa foi estranha demais... Dentro dessas conchas tem um bicho e esse senhor furava as conchas para retirar o bicho lá de dentro e fazer esse "vinagrete" com ele AINDA VIVO! Diz o cara que é uma comida afrodisíaca e super deliciosa... Arram que eu esperimentei né! Eu posso ser maluquinha mas não sou doida! ;D


       Já no dia seguinte... NASSAU! A Capital das Bahamas... Esse foi sem dúvidas o melhor dia! Assim que descemos do navio resolvemos fazer uma excursão para passear de barco (MAIS?), fazer snorkeling (explico depois) e ir pra praia (não cansa não?).


       Eu preciso fazer algum comentário a respeito da COR desse MAR? Acho desnecessário e impossível... Mas vamos ao que interessa! 
       Depois de um passeio (LINDO) de lancha, onde o guia foi nos mostrando casas de pessoas famosas como (Oprah e Tiger Woods, ah o Eddie Murphy tem uma ilha só dele, bicho egoísta!) fomos para o nosso ponto do snorkeling, que nada mais é que um mergulho em água rasa, ou seja, você utiliza de uma máscara e um tubo para respirar e sai nadando junto com os peixinhos... Super legal né?  Nós compramos uma câmera para tirar fotos aquáticas mas ela ainda tá aqui bonitinha do mesmo jeito porque eu ainda não criei vergonha de ir revelar!

Tudo que é bom de verdade despenteia!

À esquerda o lugar do snorkeling e
à direita devidamente uniformizadas para a aventura...

       Depois do passeio fomos passar o resto do dia em uma praia super linda e com direito a drinks de graça até o fim (adorei né!)...

       O terceiro dia teve que sofrer uma mudança no cronograma... Infelizmente o lugar que era previsto para visitarmos (Great Stirrup Cay) foi muito prejudicado pela tal Irene e não pudemos conhecer. Contudo, a empresa do cruzeiro, para não prejudicar o nosso passeio, nos levou à uma ilha particular deles. (Mas é muita metideza...)



       Mais um post repleto de fotos! E pensam que acabou? Nãããooo, ainda tem mais! Mas eu juro que é só mais um tá... Aí eu mudo de assunto, até porque vocês já devem estar mega cansados de ler a minha pessoa falando de viagem... Mas é que em 10 dias aconteceram tantas coisas, fui em tantos lugares que NUNCA eu conseguiria colocar tudo num post só. Até porque eu nem gosto de escrever né?
       Um super beijo pra vocês e me despeço com uma excelente notícia: amanhã já é sexta-feira!

       

Visitantes

Tecnologia do Blogger.
 
Copyright 2009 Teorias da Mary. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator
Blogger Showcase