Pages

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

World Trade Center


       Aproveitando que essa segunda-feira amanheceu chuvosa e com carinha de que vai ficar assim até o fim do dia, eu resolvi vir aqui postar sobre um assunto que também não é muito alegre.
       Há duas semanas eu visitei o World Trade Center, ou melhor, onde costumava ter as Torres Gêmeas antes do ataque insano daquele sem noção que já teve seu fim. Não preciso contar aqui o que ocorreu naquele 11 de setembro, afinal todos se recordam do acontecido. Mas o que eu quero mesmo é registrar o que EU senti tanto naquele dia fatídico quanto a visitar o local 10 anos depois.

As torres Gêmeas do WTC em Março de 2001.

       No dia 11 de setembro de 2001, eu tinha 15 anos e naquele dia não fui à aula pois estava passando mal, fiquei em casa assistindo desenhos na televisão. Quando de repente surge aquele Plantão da Globo com a notícia de que um boeing havia atingido uma das torres, logo em seguida outra torre atingida e por fim a queda de ambas.
       Naquele momento, assistindo àquelas imagens totalmente chocantes eu, brasileira que nunca havia pisado em solo americano, fiquei totalmente pasma com a capacidade desumana que certas pessoas tem. Confesso que, depois de saber de todas as notícias e o plano original da al-Qaeda, eu achei um plano mirabolante, porque vamos combinar, vocês tem ideia da criatividade deles para criar tal coisa? Foi um plano engenhoso, desumano sim, porém engenhoso!

O WTC em chamas após o ataque!

       Hoje, no local onde havia o complexo, existe apenas um canteiro de obras, uma construção de 6 edifícios e um memorial. Porém, há muito mais naquele lugar do que apenas um monte de material de construção.



       Pra mim é impossível descrever a sensação que eu tive ao sair da estação do metrô e dar de cara com o local onde um dia eu vi ser destruído mesmo que pela TV. Naquele momento veio na minha cabeça aquelas cenas que eu nunca vou esquecer... 
       O lugar tem uma aura pesada, simplesmente não parece que já tenha se passado 10 anos do acontecido, parece que foi ontem! Eu, como espírita, sei a carga que aquele lugar tem não é boa, também pudera né, quantas vidas foram interrompidas ali, quantas pessoas morreram por capricho de um homem que resolveu descontar em civis os seus problemas com o governo americano? 

       Eu conversei com a minha host mom sobre isso e ela me contou como aconteceu, porque ela trabalhava em Manhattan naquele dia e viu tudo acontecer! Segundo ela, quando as torres ruíram foi como se um terremoto estive atingindo a ilha. Pessoas chorando nas ruas, ligando pra familiares, um total desespero porque afinal de contas ninguém sabia o que poderia acontecer depois daquilo. Ela ainda me disse que parecia o fim do mundo, coisa de filme na vida real! 

       Contudo, o local não é apenas um canteiro de obras, eles tem um Centro de Visitantes como Tributo ao WTC, e é claro que eu fui lá conferir...
       Se do lado de fora o clima já não é dos melhores, ao entrar o clima tende a ficar mais tenso. A começar pelos videos que são transmitidos a respeito daquele dia, imagens e relatos de pessoas que sobreviveram para contar como um dia mudou a vida de tanta gente.

À esquerda um brinquedo encontrado nos escombros e 
à direita uma cena de um dos vídeos apresentados aos visitantes...

Três paredes cobertas com fotos de vítimas dos ataques.

À esquerda um quadro "in memoriam" às vitimas e
à direita uma parede com fotos de pessoas desaparecidas! 

       Lá dentro eu fiz um vídeo mas no momento que comecei a filmar me faltaram palavras e achei que o silencio diria muito mais do que qualquer coisa que eu pudesse dizer. As pessoas não conversam, apenas observam os registros de uma tragédia. Há caixas de lenços espalhadas por todo ambiente, como também há pessoas bastante emocionadas por onde você passa. Eu mesma não me contive e me deixei levar pela emoção!

video

       Eu fico tentando imaginar a dor que deve ser para uma pessoa perder um ente querido dessa forma. Tudo bem que ninguém está preparado para lidar com a morte, mas ela está aí, presente, faz parte do ciclo da vida, afinal tudo que começa uma hora tende a ter um fim. Mas muitas pessoas não puderam velar pelos corpos de seus familiares e amigos, muitos corpos não foram encontrados e fica aquele sentimento de dúvida, será que ela tava lá mesmo naquela hora? Complexo demais para minha cabeça e meu pobre coração...
       
       Peço desculpas aos meus leitores pelo post um pouco melancólico, mas nem tudo são flores em nossas vidas! E nós só podemos definir o que é alegria se soubermos definir a tristeza... 
        Uma excelente semana a todos...

"Naquele terrível dia, uma nação virou vizinha,
todos os americanos viraram novaiorquinos!"

7 comentários:

Anônimo disse...

Nossa me emocionei lendo..cara imagina quando eu for. Acho que consigo entender um pouco sua sensação, sei que ali ainda não há PAZ, e sim ainda mta dor, desilusão e angustia, tanto para os que ficaram e para os que se foram. Gostei do seu modo de descrever Mariana, parabens pelo post. Nem tudo é um mar de rosas...Bjo! Adriane

Bruna S. disse...

Maryy !!! lindo o seu post !!
Mas eu queria uma coisa .. me passa a receita do seu brigadeiro ?? hauuahaua
bjus..

Danny disse...

Nossa, realmente muito triste essa visita.
Me emocionei com esse post, muito bom Mariana.

Continue mostrando o que vc está vivendo por aii. Aproveitee ^^

Adoooro seu blog!

Um cantinho para chamar de meu disse...

Perfeita a frase Mary:
"..E nós só podemos definir o que é alegria se soubermos definir a tristeza..."
Algumas pessoas se esquecem disso...e assim como vc me lembro exatamente do dia...e agradeci muito a Deus...pois naquele dia meu pai e meu irmão estariam embarcando para o USA...e por alguns problemas acabaram não indo...
bjks

Anônimo disse...

E minha filha, realmente nem tudo s�o flores.

Muitos acontecimentos daquele fatidico dia, naquela �poca, eu n�o entendia e nem me chocava tanto. Mas depois que passei a compreender a doutrina espirita vi uma carga de sofrimento muito grande naquele lugar.
Vc sabe que deve haver alguma explica�o para uma tragedia com tantas vidas ao mesmo tempo. Tudo que se passa entre o ceu e a terra tem uma explica�o, so n�o sabemos ainda o que estava por tras destas milhares de vidas envolvidas. Mas quem sabe, um dia ainda saberemos.

Vc est� se tornando uma escritora. Suas historias tem um tom certo. Divertido quando � este o tema e serio quando necess�rio. N�o sabia que vc tinha todo este talento.

Estou agradecida a Deus por vc estar na minha vida. Te amo cada vez mais.

Fique com Deus e um beijo da mamy.

Anônimo disse...

Ai ai ai..
Primeiramente vou falar do comentario da mamae.. Fiquei com ciumes ta =////

E depois que o post realmente foi muito bom marineide.. Voce tem escrito coisas bacanas (que adjetivo tosco, do tempo da brilhantina), voc� tem o dom (quixote)..

Fica com Deus meu bebezinho..
To morrendo de saudades de voce viu!?
TE AMO

Audrey (seraupairoquee.blogspot.com) disse...

Sempre que falam desse ataque me dói como se fosse ontem, eu não conhecia ninguém ali, mas não importa, eram vidas, vidas que foram impossibilitadas de continuar. Acho que esse é um lugar que não quero ir quando estiver nos EUA, sou muito sensitiva e sei que não ficaria bem....
Gostei da atitude de fazer um post falando sobre isso e lembrando as pessoas das vitimas desse acidente.
Beijos e ate o proximo post

ps: vc mudou o blog neeh? Gostei do novo layout mas tomei um susto achei que tava no blog errado...kkk

Postar um comentário

Visitantes

Tecnologia do Blogger.
 
Copyright 2009 Teorias da Mary. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator
Blogger Showcase